As faixas da SC-406 que vai da Lagoa da Conceição em direção ao Sul da Ilha e da SC-405 no sentido contrário, em Florianópolis, ficarão interditadas por três meses. A medida começa a partir de 12 de novembro, em função da obra do elevado do Rio Tavares, que pretende desafogar o tráfego na região.

A obra, que começou em abril de 2015, está orçada em R$ 16 milhões para a construção do elevado e R$ 15,4 milhões para a desapropriação de 33 famílias. Segundo a prefeitura, 65% do projeto já foram executados e a previsão é de que os trabalhos sejam encerrados em março do ano que vem.

Com a interdição prevista para a próxima semana, o tráfego se dará obrigatoriamente pelo bairro Campeche. A alteração será realizada para que seja feito o escoramento em madeira da superestrutura, entre os pilares P1 e P2, a parte inicial do viaduto.

Quem precisar se deslocar da Lagoa da Conceição para o Sul da Ilha terá duas opções de acesso. Da SC-406 terá que desviar pela avenida Campeche e passar pela avenida Pequeno Príncipe para chegar na SC-405.

Também será possível desviar pela rua Pau de Canela e transitar pela rua da Capela e pela Avenida Pequeno Príncipe para alcançar a SC-405.

 

Quem estiver saindo do Sul da Ilha em direção à Lagoa da Conceição terá essas duas rotas, mas no sentido inverso.

 

FONTE: G1SC